“Vamos precisar de todo mundo”: site reúne iniciativas de solidariedade para enfrentar a pandemia

“Vamos precisar de todo mundo” é uma campanha de solidariedade ao povo brasileiro, articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo, criada para o enfrentamento da pandemia do covid-19, agravada pelo desmonte das políticas públicas e pelos posicionamentos genocidas de Bolsonaro. A principal ferramenta dessa campanha é um site que organiza a distribuição de doações para as famílias mais pobres, indicando pontos de coleta para receber as doações de cestas básicas e outros itens, e direcionando esses produtos para quem necessita deles.

 >> Acesse o site: todomundo.org. 

Na avaliação dos organizadores da campanha, a pandemia “escancara a insuficiência desse sistema que prioriza os lucros e não a vida”. Além de estimular as doações para quem precisa, a campanha também traz uma plataforma emergencial com propostas concretas para proteger a vida, a saúde, a renda e o emprego. De acordo com o texto dessa plataforma, o governo Bolsonaro, ao não assumir medidas eficazes contra a crise, tornou-se a principal ameaça para a segurança e bem-estar da população brasileira: “Ao contrário de liderar a nação no combate à pandemia, o presidente da República atua abertamente para sabotar medidas de proteção ao povo brasileiro, na contramão das medidas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Medidas simples como a quarentena, a universalização de testes da Covid-19, e a garantia de renda básica para trabalhadores e trabalhadoras que vêm sendo aplicadas na maioria dos países em todos os continentes. É por isso que, além de propor alternativas, nos somamos às vozes de milhões de brasileiros e brasileiras que têm manifestado diariamente seu repúdio ao presidente Jair Bolsonaro e exigido o fim de um governo que joga com a vida e a morte de seres humanos”, registra o documento.

>> Leia na íntegra a plataforma emergencial para o enfrentamento da pandemia do coronavírus e da crise brasileira

Compartilhe

Deixe uma resposta