Trabalhadores em educação realizam panfletagem em Prazeres

10402835_529052300553376_3345682875747547402_nDivulgando o comunicado que o sindicato está distribuindo à população de Jaboatão, abordando os motivos que levam a categoria ao Estado de Greve, os trabalhadores em educação realizaram uma paralisação nas escolas e foram às ruas de Prazeres, na manhã de hoje realizar uma panfletagem.

Concentraram-se sob o viaduto Geraldo Melo e ao som do maracatu nação Xango Dalafim seguiram em caminhada até o Mercado das Mangueiras, onde fizeram um ato público. Na ocasião receberam a informação através da presidenta do Sinproja, Maristela Ângelo, de que a proposta salarial oferecida pela prefeitura para 2016 é de 0%. O governo Elias que além de não implementar o reajuste do Piso Nacional do Magistério e reajustar em 3% o desconto em folha do JaboatãoPrev, agora informa que não haverá reajuste na data base da categoria.

Estes são motivos suficientes para levar os trabalhadores de Jaboatão às ruas, mais ainda, as precárias condições de trabalho e estudo nas escolas da cidade são motivos claros para mobilização de cada pai e mãe de aluno a somar-se à mobilização dos trabalhadores da educação municipal.

[slideshow]

Compartilhe