SINPROJA PARTICIPA EM FORTALEZA DE DEBATE SOBRE PRECATÓRIO DO FUNDEF E NOVO FUNDEB

Nesta quinta-feira (21), em Fortaleza – CE, o Sinproja participou da Audiência Pública que debateu sobre os Precatórios do Fundef, o Financiamento da Educação e a Proposta do Novo Fundeb. O Sindicato pode debater sobre o assunto e trocar experiências sobre a batalha jurídica e política que envolve estes temas.

Organizado pela Apeoc-CE, Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará, com o apoio da CNTE, Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, o evento reuniu lideranças sindicais, dirigentes municipais, entidade estudantis e parlamentares estaduais e federais no intuito de criar uma frente nacional em defesa da Educação Pública e do Novo Fundo.

O SINPROJA buscando subsídios para fortalecer e embasar nossas lutas dos trabalhadores e trabalhadoras em Educação do Município do Jaboatão dos Guararapes, não poderia ficar fora desta discussão.

Uma das causas com maior relevância durante o encontro é a defesa, por parte das entidades filiadas que receberam complementação do Fundef, a destinação de 60% destes recursos para o pagamento dos profissionais do magistério, porém, nenhuma resposta foi dada pelo executivo, que não aceita destinar estes 60% para os trabalhadores e trabalhadoras do magistério.

Outra discussão, tão importante quanto à do Fundef, foi o debate sobre o Novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que reivindica que este fundo seja permanente, assegurando os benefícios, outrora já conquistado, aos profissionais da Educação. Diante esta reivindicação, o encontro também serviu para deixar claro que a luta também é para que o Fundeb seja garantido pela Constituição e também revigorado com mais recursos da União, ampliando a complementação de 10% para no mínimo 30%.

Compartilhe