SINPROJA participa de Plenária Interestadual e Assembleia Lula Livre no centro do Recife

Diretores do SINPROJA participaram, nesta segunda-feira (9), da Assembleia Lula Livre, realizada na Praça da Independência, centro do Recife. A atividade fez parte da Plenária Interestadual da CUT Nordeste II e reuniu militantes de movimentos populares, sindicais e de partidos políticos em um ato em defesa da democracia, dos direitos e por Lula Livre. Durante o ato, também foi lançada pelo MSTPE a Marcha Estadual e o Dia do Basta. O ato contou ainda com a participação de lideranças como a vice-presidenta nacional da CUT, Carmem Foro, e o presidente da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), Heleno Araújo.

 

“Nossa intenção foi falar da consolidação do golpe que está acontecendo em nosso País, em especial ao nosso presidente Lula. No último domingo [8/jul] ficou caracterizada a ditadura do judiciário, onde um juiz de primeira instância, fez com que tivesse uma situação constrangedora para o juiz da segunda instância. Nunca visto, neste País, uma posição de um desembargador, onde colocava a liberdade do companheiro Lula, e todos do judiciário juntamente com a mídia golpista, foram contrários”, pontua o presidente do SINPROJA, Ronildo Oliveira.

 

O SINPROJA também participou da Plenária interestadual Nordeste II, na manhã de ontem (9), no auditório do Sindsprev, na Boa Vista, onde a indignação, resistência e mobilização marcaram as atividades dos trabalhadores, trabalhadoras, centenas de sindicalistas e militantes dos estados de Pernambuco, Bahia, Sergipe, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte, ligados à CUT.

 

“Essa foi mais uma mobilização para alcançar dois grandes objetivos em nosso Brasil: a liberdade do presidente Lula, que é importante para a democracia, e para restabelecer a justiça em nosso País, e após sua liberdade, garantir que ele seja candidato, e que possamos trabalhar para que ele seja eleito. Não podemos deixar de fazer este debate. Ou ganhamos as eleições ou vamos continuar perdendo direitos”, destaca o presidente da CNTE, Heleno Araújo.

 

Os representantes das CUTs do Nordeste e da direção da CUT nacional manifestaram-se contra a prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e com a guerra jurídica que aconteceu no último domingo (8), entre o desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Rogério Favreto, que determinou a liberdade de Lula e o juiz Sérgio Moro impediu que o ex-presidente fosse solto, ao articular um despacho do presidente do TRF4ª, Thompson Flores, contra a liberdade, em uma série de ilegalidades e entraves jurídicos.

 

“Esse golpe aplicado no Brasil tem um único princípio: a retirada de direitos da classe trabalhadora e a entrega de toda a nossa riqueza para o capital internacional. É preciso combater toda essa situação que está acontecendo em nosso País e só temos um único caminho, que é a liberdade do companheiro Lula e a sua candidatura, para que a população possa votar de forma democrática, para uma melhoria da nossa categoria e de toda classe trabalhadora”, disse Oliveira.

 

“É com muita alegria que estamos na luta, aqui na Praça do Diario, participando da Assembleia Lula Livre e buscando mais apoio de toda população para mobilizarmos pela liberdade do presidente Lula. Queremos que ele seja o nosso candidato e, democraticamente, a nossa liderança”, frisa a secretária de Imprensa e Divulgação do Sindicato, Geiza Brasil.

 

“Mais uma vez a classe trabalhadora está na rua lutando contra a retirada de direitos trabalhistas e o SINPROJA está sempre presente em luta pela liberdade do presidente Lula, que representa a democracia e a garantia de direitos para todos os trabalhadores e trabalhadoras do nosso País”, ressalta a secretária de assuntos educacionais e culturais, Séphora Freitas.

 

Fotos: Henrique Lima/Tempus Comunicação e Agência JCMazella

 

Compartilhe