SINPROJA emite nota de repúdio à barbárie executada contra a vereadora Marielle Franco do PSOL RJ

O SINPROJA (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município do Jaboatão dos Guararapes) vem a público repudiar o bárbaro assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e militante dos Direitos Humanos. Esse é um caso explícito de vítima da quebra do Estado Democrático de Direito, no Rio de Janeiro e no Brasil. Marielle foi executada no momento em que vinha denunciando os abusos de autoridade e a violência contra moradores das favelas e bairros pobres da cidade, por parte de integrantes de um batalhão da Polícia Militar. A sociedade exige apuração e punição aos culpados. O SINPROJA se solidariza com a família, com o PSOL, com os movimentos sociais e sindicais na luta por justiça.

 

Marielle Franco, PRESENTE, SEMPRE!

Compartilhe