Quem sabe faz à hora, não espera acontecer

A semana que passou foi de muitas atividades na política sindical e, ao mesmo tempo, de festividades, em comemoração aos 25 anos de existência de nossa entidade.

 

O SINPROJA, juntamente com SINTEPE, SINPRO, SINPEC, SINPMOL, SINTEI, SINTEEPE, SINPROMI, participou da Conferência Livre Popular dos Sindicatos de Educação, cujo tema foi “O Papel dos/as Trabalhadores/as em Educação no Resgate da Democracia”, com a finalidade de debater a atual conjuntura brasileira e seus reflexos danosos, em especial, para a educação pública.

 

Tivemos como palestrantes o presidente da CNTE e coordenador do Fórum Nacional Popular da Educação, Heleno Araújo, a Presidenta da Comissão de Educação da ALEPE, a Deputada/Professora Teresa Leitão e o Professor Hélmiton Bezerra, presidente da CTB.

 

Na ocasião, foi aprovada uma Moção de Repúdio à prisão política do ex-presidente Lula, a qual será remetida para a Conferência Nacional Popular de Educação (CONAPE), que ocorrerá entre os dias 24 e 26 de maio, em Belo Horizonte –MG, cujas entidades citadas enviarão delegados/as.

 

As Conferências Populares são o contraponto dos movimentos sociais e sindicais à Conferência do Governo Golpista, que desestruturou o Fórum Nacional de Educação, ao excluir a representação da sociedade civil, a qual foi substituída, através de indicações, por pessoas governistas encarregadas de propor mudanças que institucionalizam o golpe, no que diz respeito à educação. Essas Conferências estão fomentando o debate, energizando a luta em defesa da liberdade de Lula, preparando propostas para combater o golpe e garantir a retomada da democracia.

 

O SINPROJA também fez mobilização nos locais de trabalho para a próxima assembleia, que vai debater a Campanha Salarial Educacional. A categoria foi convocada para traçar os encaminhamentos de luta, já que a perspectiva de negociação com o governo não é animadora. Os/as trabalhadores/as em educação  precisam estar preparados/as para os embates, pois somente a luta garantirá um reajuste digno e o merecido respeito.

 

Na quinta-feira, 19/04, na sede da entidade, aconteceu uma cerimônia inter-religiosa, como um dos eventos de celebração dos 25 anos do SINPROJA.  Representantes do catolicismo, do espiritismo, da umbanda e dos evangélicos fizeram pronunciamentos, destacando a necessidade de unidade, resistência, amor ao próximo, justiça, solidariedade, respeito, tolerância e outros tantos valores necessários ao bem viver, os quais o SINPROJA vem defendendo em suas bandeiras de luta.

 

No dia 20/04, a atividade foi política e festiva. A categoria se reuniu com representantes de centrais sindicais, partidos políticos do nosso campo de atuação e personalidades da educação, para festejar, mais uma vez, seus 25 anos de história. As falas ressaltaram o processo de surgimento e consolidação da entidade. Momento de reencontros, saudades, emoções, gratidão, confraternização, mas também de conscientização e de mobilização. Na ocasião, a história do SINPROJA foi resgatada através do lançamento de um vídeo, bem como, de um cordel de autoria de Ivaldo Batista. Foram entregues placas homenageando os/as companheiros/as que passaram pelas nove gestões do sindicato.

 

A noite foi abrilhantada com a participação glamorosa do Coral dos/as Aposentados/as do SINPROJA. Entre outras peças, a plateia vibrou e acompanhou a execução do hino das lutas, “Para não dizer que não falei das flores”, de Geraldo Vandré, tão presente nos momentos de resistência da categoria e tão significativo para a atual conjuntura de ataques, de retirada de direitos e de volta da opressão, lembrando a todos/as que “quem sabe faz à hora, não espera acontecer”.

 

Durante o ano em curso outros eventos comemorativos acontecerão. Enquanto isso, convocamos, mais uma vez, a categoria para a próxima assembleia, no dia 26/04, às 8h30, na escola Antônio Januário.

 

Num país como o Brasil, manter a esperança viva é, em si, um ato revolucionário”

Paulo Freire 

 

SINPROJA: 25 ANOS DE LUTA, EM DEFESA DA EDUCAÇÃO JABOATONENSE

Compartilhe