Plataforma pública contra o negacionismo é lançada

Mais uma ferramenta contra o negacionismo em suas diferentes formas acaba de ser lançada: a plataforma pública Observatório do Negacionismo.

Fruto da reunião de um grupo de trabalho com a participação de pesquisadoras e pesquisadores associados ao INCT Proprietas, em 2019, o projeto é produto da iniciativa de estudiosos preocupados com o efeito danoso que o negacionismo tem provocado, principalmente, na esfera pública de convívio social.

O “negacionismo” é um termo que se refere à ação voluntária de indivíduos e grupos que buscam negar a possibilidade de representação verificável e socialmente compartilhada do mundo real. “Ao assumir discursos radicais, falsos ou hipoteticamente controversos, o negacionismo busca desestruturar o ambiente de convivência pacífica entre os povos e negar ao conhecimento, construído em bases científicas, a capacidade de gerar consensos em torno de temas que produzem benefício coletivo amplo”, consta nas diretrizes da plataforma.

O Observatório do Negacionismo pretende atuar acompanhando a divulgação pública de informações, com ênfase nas manifestações do poder público e nas posições adotadas pelo governo brasileiro; promover a interlocução com diferentes redes de pesquisadores e universidades tanto no plano interno, quanto no cenário internacional; propor debates com a sociedade, com diferentes mídias e com representantes governamentais, em todas as suas esferas e instâncias; promover uma agenda de debates e pesquisas, além de realizar consultas públicas para auxiliar na definição de critérios e indicadores relacionados ao negacionismo, dentre outros.

Para acessar a plataforma, clique AQUI.

O Observatório do Negacionismo é uma inciativa que conta com o apoio da Associação Nacional dos Professores Universitários de História, a Anpuh-Brasil.

Compartilhe

Deixe um comentário