Nota de Repúdio – 08/04/2021

O SINPROJA repudia agressão sofrida pelo radialista Júnior Albuquerque, cometido por apoiadores do presidente genocida Jair Bolsonaro, na última terça-feira (6), durante transmissão ao vivo na rádio Comunidade FM, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste Setentrional de Pernambuco.

A emissora foi invadida e o locutor ameaçado após cobrar do Governo Federal maior atuação no combate à pandemia da covid-19. Recriminamos atos de violência contra profissionais da imprensa e defendemos o direito à liberdade de opinião e de expressão, como meio fundamental para manutenção da nossa democracia.

O SINPROJA se solidariza com o companheiro radialista Júnior Albuquerque e com a Rádio Comunidade FM, de Santa Cruz do Capibaribe.

Compartilhe

Deixe uma resposta