JABOATÃO, PARAGEM DE PAULO FREIRE

O mestre Paulo Freire na sua caminhada de descobertas da palavra, dos significados, dos simbolismos, da práxis humana, teve em JABOATÃO uma de suas paragens importantes na sua formação humanística. Conheceu o povo, sua vivência, seu cheiro, seus toques, suas pegadas, seus sonhos, suas angústias, suas desilusões, suas paixões.

Sua paragem por Jaboatão serviu de “escola prática da vida”, de grande importância na sua descoberta que não há neutralidade na educação. Ela está vinculada à todas as tramas e teias nas dinâmicas das relações sociais.

 

 

Compartilhe

Deixe um comentário