É a luta que faz a Lei! PL 01/2016 sofre novo revés

b19d701c-7475-4fbc-a395-a63cbae2297b“Vai ter troco!”, gritava uma funcionária da saúde depois da rejeição da proposta do vereador Manoel Pereira “Neco”, que indicava o adiamento da tramitação do PL 01/2016 e pedia a realização de uma audiência publica. O clima da sessão foi quente durante toda curta duração, com previsão de início para as 11h e que só começou às 13h, pois os vereadores estavam reticentes de aprovar a matéria, que visa mexer na aposentadoria dos servidores. O plenário da câmara mais uma vez foi tomado de trabalhadores, com faixas e cartazes, cobrando a rejeição do projeto enviado pelo executivo municipal.

Antes da sessão, servidores cantaram e gritaram palavras de ordem, o que fez os vereadores reavaliarem a previsão do que fariam com essa “batata quente”, que é como esta sendo tratado o PL pelos parlamentares e depois de uma longa espera eles retornaram ao plenário. Após ser vaiado o presidente da câmara, Jailton Batista, provocou dizendo que “vocês [servidores] deveriam agradecer, pois no que depender do legislativo a matéria já teria sido aprovada”, o que revoltou as galerias gerando um mal estar, mas por fim, aprovaram o encaminhamento do texto para a análise das comissões. Envio que pelo visto não estava previsto pelo governo.

Teoricamente o prazo de tramitação será de 15 dias, tempo que os sindicatos irão se articular nas bases sindicais para aumentar a pressão sobre os vereadores. Porém, toda atenção é pouca e por isso o Sinproja estará fazendo vigília para acompanhar o tramite da matéria e convocará os trabalhadores para retornar à câmara assim que o texto for direcionado para o plenário.

 

Compartilhe