A mudança que não aconteceu

O Município do Jaboatão dos Guararapes, fundado em 04 de maio de 1593, foi palco de grandes batalhas, as mais famosas delas foram contra os holandeses, nos anos de 1648 e 1649, as quais uniram os diferentes povos que habitavam a terra, sendo vitoriosos em relação ao adversário daquele momento. Ao completar 425 anos, a cidade nada tem a comemorar.

 

Em homenagem à passagem deste aniversário, o SINPROJA decidiu fazer um desfile cívico diferente dos já programados pelas administrações que passaram pelo município. Intitulada de “A MUDANÇA QUE NÃO ACONTECEU”, a aula de cidadania ocorreu em Jaboatão Centro.

 

A categoria atendeu ao chamado da direção sindical, mostrando que está unida e disposta a ir à luta por seus direitos. Indignada, com muita garra, ocupou as ruas para denunciar o descaso, o abandono que segue na rotina dos trabalhadores/as em educação.

 

A população a tudo acompanhou, entendendo que a atual administração mudou as cores da prefeitura e de algumas escolas, mas não mudou em nada a vida da cidade. Ficou evidente que, dentre tantos outros descasos, a falta de respostas à pauta de reivindicações da nossa categoria, entregue desde o mês de fevereiro, na qual solicitamos reajuste salarial, é muito grave. Em solidariedade, muitos aplaudiram e filmaram o evento, que foi compartilhado nas redes sociais, ultrapassando os limites do município.

 

A luta continua. O SINPROJA estará mobilizando a comunidade escolar por toda essa semana, informando a situação educacional, solicitando apoio da população e convocando os/as trabalhadores/as em educação para nova Assembleia, dia 16/05 às 8h30, na Escola Antônio Januário. A ocasião será de avaliação e de encaminhamentos, podendo ter, como alternativa, a decretação de greve, por tempo indeterminado.  Até lá, aguardamos convocação para reunião de negociação, ressaltando que a nossa disposição é para o diálogo em torno de uma proposta que atenda aos anseios da educação pública municipal.

 

Desejamos que o bom senso prevaleça, que a comunidade escolar não tenha que passar pelo acirramento do movimento paredista. A nossa bandeira é por uma escola pública, gratuita, de qualidade social, inclusiva e emancipatória, mas o governo precisa fazer a sua parte e dispensar o respeito que a categoria merece.

 

Trabalhadores/as em educação, o momento exige militância! Filie-se ao seu sindicato, vista a camisa comemorativa dos 25 anos do SINPROJA e venha conosco em busca dos nossos direitos. JUNTOS/AS, SOMOS  FORTES!

 

P.S. O/a associado/a que ainda não tem a camisa, poderá recebê-la na próxima assembleia.

 

SINPROJA: 25 ANOS DE LUTA, EM DEFESA DA EDUCAÇÃO JABOATONENSE

Compartilhe